Alertas e Noticias fiscais - Novembro 2012 (parte C)

VolverVisualizar e download de arquivo PDF 

Como habitualmente o departamento de Direito Fiscal da Belzuz destaca as principais alterações legislativas, instruções administrativas e decisões jurisprudenciais no contexto fiscal portuguęs, no período compreendido entre 24 de outubro e 26 de novembro.

Em especial destaque as recentes alterações nas regras de faturação e alteração de estrutura de dados do ficheiro SAFT-PT.

Alterações legislativas relevantes de 24 de outubro a 26 de novembro

  • • Portaria n.º 382/2012 de 23 de novembro de 2012:

    Procede à segunda alteração à Portaria n.º 321-A de 26 de Março de 2007, que cria o ficheiro modelo de auditoria tributária (SAFT-PT) prevista no n.º 8 do artigo 115.º do Código do IRC.

  • • Lei n.º 57/2012 de 9 de novembro de 2012:

    Segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 158 de 2 de Julho de 2002, permitindo o reembolso do valor de planos poupança para pagamento de prestações de crédito à habitação.

  • • Lei n.º 60/2012 de 9 de novembro de 2012:

    Altera o Código de Processo Civil, modificando as regras relativas à ordem de realização da penhora e à determinação do valor de base da venda de imóveis em processo de execução.

  • • Lei n.º 55-A/2012 de 29 de outubro de 2012:

    Entra em vigor em 30-10-2012, sem prejuízo de algumas alterações produzirem efeitos desde 1-01-2012. São introduzidas alterações aos seguintes diplomas:

    • Código do IRS, designadamente aumentando as taxas de incidęncia de IRS sobre rendimentos de capitais bem como sobre o saldo positivo das mais-valias mobiliárias; 
    • Código do IRC, prevendo igualmente um aumento das taxas incidentes sobre determinados rendimentos de capitais; 
    • Código do Imposto do Selo, sujeitando a imposto os prédios urbanos de valor patrimonial tributário seja = M€; 
    • Lei Geral Tributária, introduzindo alterações aos fatores de consideração das manifestações de fortuna.

Instruções administrativas

Acórdãos em destaque

  • • Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo de 7 de Novembro de 2012.

    I. A presunção estabelecida no nº 5 do artigo 39º do CPPT, relativa à devolução da carta registada com aviso de receção, não se aplica à citação pessoal.

    II. A presunção de presença no domicílio fiscal em que se funda a cominação da inoponibilidade à administração fiscal da alteração do domicílio prevista no nº 2 do artigo 43º do CPPT, não é incindível da presunção de conhecimento do ato de citação.

    III. Sendo devolvida a carta registada com aviso de receção para citação do executado por reversão, com a indicação de “não reclamada”, o órgão de execução deve efetuar as diligęncias adequadas à efetivação regular da citação pessoal, não podendo presumir que a citação foi efetuada.

    IV. A falta de citação prevista no nº 6 do art. 190º do CPPT pressupõe a que a citação se tenha concretizado, embora o seu destinatário, por razões que não são imputáveis, desconheça o conteúdo do ato de citação.

  • • Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo de 31 de outubro de 2012.

    I. Sendo o efetivo exercício de funções pressuposto da responsabilidade subsidiária prevista no artigo 24.° da LGT, em face do disposto na parte final do nº 4 do artigo 23.° da mesma lei é necessário que do despacho de reversão conste a alegação de que o pretenso responsável exerceu efetivamente o cargo.

    II. Não será, contudo, necessário que constem do despacho de reversão os factos concretos nos quais a Administração fiscal fundamenta a sua alegação relativa ao exercício efetivo das funções do gestor, pois que um “non liquet” relativamente a essa questão será necessariamente valorado contra a administração tributária, dada a inexistęncia de presunção legal relativa a tal exercício.

Departamento Derecho Fiscal y Tributario | Lisboa (Portugal)

 

Belzuz Advogados SLP

La presente publicación contiene información de carácter general sin que constituya opinión profesional ni asesoría jurídica. © Belzuz Abogados, S.L.P., quedan reservados todos los derechos. Se prohíbe la explotación, reproducción, distribución, comunicación pública y transformación total o parcial, de esta obra, sin autorización escrita de Belzuz Abogados, S.L.P.

Madrid

Belzuz Abogados - Despacho de Madrid

Nuñez de Balboa 115 bis 1

  28006 Madrid

+34 91 562 50 76

+34 91 562 45 40

Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

Lisboa

Belzuz Abogados - Despacho de Lisboa

Av. Duque d´Ávila, 141 – 1º Dtº

  1050-081 Lisboa

+351 21 324 05 30

+351 21 347 84 52

Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

Oporto

Belzuz Abogados - Despacho de Oporto

Rua Julio Dinis 204, Off 314

  4050-318 Oporto

+351 22 938 94 52

+351 22 938 94 54

Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

Asociaciones

Subir