Prestação de Trabalho em Regime de Turnos

VolverO Departamento de Direito do Trabalho da Belzuz Abogados, S.L.P. - Sucursal em Portugal comenta uma temática cada vez mais utilizada pelas empresas, que consiste na prestação de trabalho em regime de turnos.

De acordo com o Código do Trabalho, considera-se trabalho por turnos qualquer organização do trabalho em equipa, em que os trabalhadores ocupam sucessivamente os mesmos postos de trabalho, a um determinado ritmo, incluindo o rotativo, contínuo ou descontínuo, podendo executar o trabalho a horas diferentes num dado período de dias ou semanas. A noção do Código do Trabalho abrange assim os turnos fixos e os rotativos.

Contudo, de acordo com diversos instrumentos de regulamentação coletiva de trabalho (ex.: setor do comércio ou construção), apenas se considera trabalho em regime de turnos o prestado em turnos rotativos, em que o trabalhador está sujeito às correspondentes variações de horário de trabalho (ou seja, nesta modalidade os trabalhadores podem mudar regular ou periodicamente de turno – manhã/tarde/noite).

I. Organização e registo de trabalho por turnos, descanso entre jornadas

Os turnos devem, sempre que possível, ser organizados de acordo com os interesses e as preferências manifestados pelos trabalhadores, e a duração de cada turno não pode exceder os limites máximos dos períodos normais de trabalho (em regra de 40 (quarenta) horas semanais e de 8 (oito) horas diárias).

Os trabalhadores apenas podem mudar de turno após o período de descanso semanal.

No que respeita ao descanso diário, os trabalhadores têm direito a um período de descanso de, pelo menos, 11 (onze) horas seguidas, entre dois períodos diários de trabalho consecutivos, período este aplicável quer o trabalhador preste funções em regime de turnos ou não. Esta regra apenas não se aplica em determinadas situações, legalmente previstas.

No que respeita ao registo dos tempos de trabalho, o empregador deve organizar um registo separado dos trabalhadores incluídos em cada turno. A composição dos turnos, de acordo com a respetiva escala (se existir) e identificação dos trabalhadores afetos a cada turno deve ser registada em livro próprio ou suporte informático, e fazer parte do mapa de horário de trabalho. O mapa de horário de trabalho deve também indicar o número de turnos existentes, e aqueles em que haja menores, bem como a respetiva escala de rotação.

II. Complemento retributivo devido pela prestação de trabalho em regime de turnos

De uma forma geral a prestação de trabalho em regime de turnos não origina o pagamento de complemento retributivo, a menos que assim seja determinado por instrumento de regulamentação coletiva de trabalho.

Com efeito, aqueles estabelecem frequentemente uma prestação retributiva como contrapartida pelo modo específico da execução do trabalho em regime de turnos, de modo a compensar o trabalhador pela maior penosidade a que se encontra sujeito, e que será maior no caso de os turnos serem rotativos, uma vez que o trabalhador terá maior dificuldade em conciliar a atividade profissional com a vida pessoal e familiar.

III. Proteção em matéria de segurança e saúde no trabalho

Em matéria de segurança e saúde no trabalho o empregador deve observar regras específicas ou complementares no que respeita à prestação de trabalho em regime de turnos, devendo organizar as atividades de segurança e saúde no trabalho para que os trabalhadores por turnos beneficiem de um nível de proteção adequado à natureza do trabalho que exercem.

O empregador deve também assegurar que os meios de proteção e prevenção em matéria de segurança e saúde dos trabalhadores por turnos sejam equivalentes aos aplicáveis aos restantes trabalhadores e se encontram disponíveis a qualquer momento.

 Vera Madeira Duarte Vera Madeira Duarte 

Departamento Derecho laboral | (Portugal)

 

Belzuz Advogados SLP

La presente publicación contiene información de carácter general sin que constituya opinión profesional ni asesoría jurídica. © Belzuz Abogados, S.L.P., quedan reservados todos los derechos. Se prohíbe la explotación, reproducción, distribución, comunicación pública y transformación total o parcial, de esta obra, sin autorización escrita de Belzuz Abogados, S.L.P.

0
0
0
s2smodern

Madrid

Belzuz Abogados - Despacho de Madrid

Nuñez de Balboa 115 bis 1

  28006 Madrid

+34 91 562 50 76

+34 91 562 45 40

Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

Lisboa

Belzuz Abogados - Despacho de Lisboa

Av. Duque d´Ávila, 141 – 1º Dtº

  1050-081 Lisboa

+351 21 324 05 30

+351 21 347 84 52

Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

Oporto

Belzuz Abogados - Despacho de Oporto

Rua Julio Dinis 204, Off 314

  4050-318 Oporto

+351 22 938 94 52

+351 22 938 94 54

Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

Asociaciones

Subir